Anuncie aqui!
Localizando...
Você está em:  Home  >  Notícias  >  Agência de Notícias EBC  >  Artigo atual

TrateCov aplicativo do Ministério da Saúde


Por   /  20 de janeiro de 2021  /  Sem comentários

O governo lançou o App primeiramente em Manaus-AM através do ministro saúde Pazuello, em visita ao estado dia 11/01/2020 .

Por Folhapress — Brasília ++ App do governo federal recomenda ‘kit Covid’ para qualquer sintoma e até para recém-nascidos. Apresentado pelo ministro da saúde.

Nos últimos dias, o governo federal começou a se afastar da recomendação de “tratamento precoce” com um coquetel de medicamentos com ineficácia comprovada contra Covid-19, com o ministro Eduardo Pazuello afirmando que nunca recomendou nenhum medicamento contra a doença. No entanto, o aplicativo oficial do ministério recomenda o chamado “kit Covid” para basicamente qualquer paciente, mesmo que apresente sintomas que apenas são vagamente relacionados à infecção pelo coronavírus.

tratecov ministério da saúde

O aplicativo TrateCov é voltado para o uso de médicos, e não para pacientes, apesar de ser aberto para qualquer interessado em testá-lo. O sistema cria uma pontuação com base em sintomas para iniciar o “tratamento precoce”; o algoritmo entende que, quanto mais pontos, maiores são as chances de que o paciente está com Covid-19.

No entanto, o sistema é claramente falho. Se um paciente diz que está com dor nas costas e dor de cabeça, que podem ser facilmente causadas, por exemplo, por uma noite mal dormida, o sistema entende automaticamente que se trata de Covid-19 e orienta o “tratamento precoce” com o kit Covid. A soma de dois sintomas quaisquer é interpretado como doença, mesmo se o paciente não saiu de casa e não teve contato com ninguém em duas semanas.

Além disso, o sistema não tem nenhum refinamento por perfil do paciente. O aplicativo recomenda os mesmos medicamentos e a mesma dosagem para qualquer um, mesmo se o paciente em questão for, por exemplo, um bebê recém-nascido, ou um idoso com vários problemas de saúde.

Pelo código-fonte da plataforma, o sistema está configurado para recomendar o tratamento com o coquetel do “Kit Covid”, composto por dois antibióticos, um vermífugo e antimaláricos sempre que for selecionada a opção de tratamento precoce, independentemente do perfil do paciente.

Segundo o Estadão, o Ministério da Saúde começou a testar o TrateCov em Manaus, com 340 profissionais de saúde que já estão cadastrados, com a perspectiva de expandir seu uso para outras regiões do Brasil.

Quando o médico marcar que não vai recomendar o tratamento precoce com o kit covid sugerido pelo sistema ao paciente, ele também precisa indicar uma justificativa para isso. Entre as disponíveis no sistema estão a recusa do paciente ou indisponibilidade dos medicamentos.

Tags: CLOROQUINA,CORONAVIRUS,COVID19,HIDROXICLOROQUINA

Segundo O valor Econômico.

O Aplicativo do Ministério da Saúde estimula usar hidroxicloroquina para tratar covid até em bebês. Medicação não tem eficácia na prevenção ou no tratamento precoce da doença causada pelo novo coronavírus
Por Folhapress — Brasília

20/01/2021 15h32

FONTE: https://valor.globo.com/brasil/noticia/2021/01/20/aplicativo-do-ministerio-da-saude-estimula-usar-hidroxicloroquina-para-tratar-covid-ate-em-bebes.ghtml

————————————————————

já Informado pelo portal o antagonista;

Professor de medicina da USP, o médico Paulo Lotufo cobrou dos conselhos federal e regional de medicina uma sindicância sobre o aplicativo TrateCov...

Oficialmente foi publicada este artigo:

Já o portal do Ministério Publica:

TRATECOV

Saúde lança aplicativo para auxiliar médicos no diagnóstico da Covid-19

Ferramenta desenvolvida pelo Ministério da Saúde fornecerá um mecanismo com mais segurança e rapidez no atendimento a pacientes com a doença.

OMinistério da Saúde desenvolveu o TrateCOV, aplicativo para auxiliar os profissionais de saúde na coleta de sintomas e sinais de pacientes visando aprimorar e agilizar os diagnósticos da Covid-19. Funciona assim: a plataforma traz ao médico cadastrado um ponto a ponto da doença, guiado por rigorosos critérios clínicos, que ajudam a diagnosticar os pacientes com mais rapidez. Depois disso, o TrateCOV sugere algumas opções terapêuticas disponíveis na literatura científica atualizada, sugerindo a prescrição de medicamentos.

“Diante de um fato epidemiológico como é a Covid-19, que você já tem sintomas e sinais muito bem definidos para caracterizar a doença, a adoção do protocolo é segura. Para muitas doenças em todo o mundo, a gente adota protocolo. Se o paciente preenche três critérios para a doença, ele tem a doença. Estamos apenas validando um protocolo científico, mostrando que ele é um forte indicador da doença, que ele pode ser usado para tomada de decisão”, destacou a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde da pasta, Mayra Pinheiro.

Seja presencialmente ou por tele consulta, a plataforma traz autonomia aos profissionais de saúde habilitados para encaminhar o atendimento e resposta adequados para o paciente de acordo com cada caso. Assim, o diagnóstico sai mais rápido e o tratamento tem início precocemente, contribuindo na redução de internações e óbitos por Covid-19.

O aplicativo foi desenvolvido com recursos humanos e tecnológicos próprios da pasta, sem recursos financeiros extras.

NOVIDADE EM MANAUS

Diante do cenário epidemiológico atual, a capital do Amazonas foi escolhida para estrear o TrateCOV, já que o objetivo do aplicativo é trazer mais segurança e agilidade no atendimento e diagnóstico dos pacientes com coronavírus. A iniciativa foi anunciada pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, durante agenda no estado.

A Prefeitura de Manaus, com apoio do Governo do Amazonas, está em processo de exportação do cadastro dos médicos para a plataforma. Até o momento, 342 profissionais já foram habilitados para utilizar o TrateCOV.

Além disso, serão instaladas tendas ao lado dos postos de saúde em Manaus, onde profissionais serão capacitados para utilizar a ferramenta e atender rapidamente aos pacientes que chegam nas unidades com sintomas de Covid-19.

Assim que terminar o processo de cadastro e capacitação, o TrateCOV entrará em ação para auxiliar os médicos de todas as unidades de saúde do município. Depois desta experiência, o aplicativo poderá ser ampliado para outras regiões do país.

“Este protocolo possui alto índice de segurança que a pessoa está com Covid-19. Ele é um protocolo de fácil manuseio, porque o profissional de saúde vai baixar no celular e atender o paciente, preenchendo uma série de critérios médicos. Após, será oferecido ao paciente o tratamento precoce com uso de medicações antivirais”, ressaltou Mayra Pinheiro.

Para mais informações, acesse: tratecovbrasil.saude.gov.br.

Rodrigo Vasconcelos

Ministério da Saúde
(61) 3315-3580 / 2351

Fonte: https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/noticias/saude-lanca-aplicativo-para-auxiliar-medicos-no-diagnostico-da-covid-19

—————————–

Link do aplicativo: https://redcap.saude.gov.br/surveys/?s=7M3XF79KFL que pode ser baixado em Google Play ou acessando o site

Mais informações do ministério da Saúde sobre o TrateCov:

O custo do Aplicativo até o fechamento desta matéria não foi divulgado.

informou o infoeconomico.com.br

saúde: https://www.gov.br/saude/pt-br

Deixe uma resposta

você pode gostar também...

Áudio: Senado aprova suspensão do pagamento de parcelas do Fies até o fim de 2021

Leia mais →