Anuncie aqui!
Localizando...
Você está em:  Home  >  Notícias  >  Artigo atual

Setor externo tem déficit de US$ 7,253 bilhões em janeiro, diz Banco Central


Por   /  24 de fevereiro de 2021  /  Sem comentários

Após o déficit de US$ 5,393 bilhões em dezembro, o resultado das transações correntes ficou novamente negativo em janeiro deste ano, em US$ 7,253 bilhões, informou nesta quarta-feira, 24, o Banco Central. Este é o menor déficit para um mês de janeiro desde 2018 (US$ 6,778 bilhões). A autarquia projetava para o mês passado déficit de US$ 8,0 bilhões na conta corrente.O número de janeiro ficou dentro do levantamento realizado pelo Projeções Broadcast, que tinha intervalo de déficit de US$ 8,80 bilhões a déficit de US$ 5,23 bilhões (mediana negativa de US$ 7,50 bilhões).A balança comercial registrou saldo negativo de US$ 1,910 bilhão em janeiro, enquanto a conta de serviços ficou negativa em US$ 962 milhões. A conta de renda primária também ficou deficitária, em US$ 4,664 bilhões. No caso da conta financeira, o resultado ficou negativo em US$ 7,315 bilhões.A estimativa atual do BC é de déficit em conta corrente de US$ 19 bilhões em 2021. O cálculo foi atualizado no último Relatório Trimestral de Inflação (RTI), divulgado em dezembro.Nos 12 meses até janeiro deste ano, o saldo das transações correntes está negativo em US$ 9,405 bilhões, o que representa 0,65% do Produto Interno Bruto (PIB). Este é o menor porcentual desde fevereiro de 2008 (0,43%).Lucros e dividendosA rubrica de lucros e dividendos do balanço de pagamentos apresentou saldo negativo de US$ 797 milhões em janeiro, informou o Banco Central. A saída líquida é inferior ao US$ 1,470 bilhão que saiu do Brasil em igual mês do ano passado, já descontadas as entradas.O BC informou também que as despesas com juros externos somaram US$ 3,879 bilhões em janeiro, ante US$ 4,151 bilhões em igual mês do ano passado.Viagens internacionaisAinda sob os efeitos da pandemia do novo coronavírus na economia, a conta de viagens internacionais registrou déficit de apenas US$ 39 milhões em janeiro, informou o Banco Central. O valor reflete a diferença entre o que os brasileiros gastaram lá fora e o que os estrangeiros desembolsaram no Brasil no período. Em janeiro de 2020, o déficit nessa conta foi de US$ 764 milhões.Na prática, com o dólar mais elevado e a restrição de voos em vários países, os gastos líquidos dos brasileiros no exterior despencaram 94,90% em janeiro deste ano. Vale lembrar que a pandemia do novo coronavírus ganhou corpo a partir de março do ano passado, quando se intensificaram as restrições de deslocamento entre países.O desempenho da conta de viagens internacionais no mês passado foi determinado por despesas de brasileiros no exterior, que somaram US$ 308 milhões – queda de 78,58% em relação a janeiro de 2020. Já o gasto dos estrangeiros em viagem ao Brasil ficou em US$ 269 milhões no mês passado, o que representa um recuo de 60,15%.Dívida externaA estimativa do Banco Central para a dívida externa brasileira em janeiro é de US$ 304,976 bilhões. Segundo a instituição, o ano de 2020 terminou com uma dívida de US$ 307,577 bilhões.A dívida externa de longo prazo atingiu US$ 235,345 bilhões em janeiro, enquanto o estoque de curto prazo ficou em US$ 69,631 bilhões no fim do mês passado.Em curso gratuito, analista Pamela Semezzato explica como conseguiu extrair da Bolsa em um mês o que ganhava em um ano em seu antigo emprego. Deixe seu e-mail para assistir de graça.The post Setor externo tem déficit de US$ 7,253 bilhões em janeiro, diz Banco Central appeared first on InfoMoney.
Infoeconomico

Fonte: Infomoney Blog Epolitica

Deixe uma resposta

você pode gostar também...

Com foco em cadeia de suprimentos autônoma, Panasonic adquire Blue Yonder

Leia mais →