Anuncie aqui!
Localizando...
Você está em:  Home  >  Tecnologia  >  Artigo atual

Nubank zera emissão de carbono emitida desde seu lançamento


Por   /  23 de setembro de 2020  /  Sem comentários

A fintech Nubank comunicou nesta quarta-feira (23) ter zerado todas as emissões de carbono produzidas pelo negócio desde seu lançamento, ocorrido em 2013.   

Na prática, isso significa que todo o dióxido de carbono (CO2) produzido pela empresa em atividades como produção de cartões ou manutenção técnica foi “neutralizado” pela compra de créditos de carbono, feita por meio da produção de energia limpa gerada por meio de iniciativas apoiadas pela empresa. 

“Um dos nossos valores é ‘nós pensamos e agimos como donos’. Isso passa por devolver às pessoas o controle sobre o seu dinheiro, desenvolver produtos financeiros justos e fáceis de usar, e também por assumir o impacto ambiental do nosso trabalho – e buscar formas de reduzi-lo e compensá-lo”, afirmou em comunicado David Vélez, cofundador da empresa. 

Na mensagem, o executivo destaca quais foram as iniciativas apoiadas pela empresa que forneceram os créditos de carbono necessários para a neutralização do CO2: ao total foram quatro projetos, sendo três no Brasil (divididos em Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo) e um no México. Os três atuam no mesmo objetivo: substituir o uso de lenha por outro combustível mais amigável ao meio ambiente. 

Tendência no setor

Apesar de a iniciativa do Nubank ser a mais recente quando se pensa de forma local, outras empresas do setor de tecnologia também anunciaram medidas para neutralizar ou mesmo eliminar a produção de C02 dentro de suas operações: 

  • Apple: a fabricante de dispositivos móveis, computadores e vestíveis se comprometeu a neutralizar emissão de carbono tanto o processo de fabricação de seus equipamentos como a cadeia de fornecimento utilizada pela marca 
  • Google: a gigante de buscas, que recentemente também neutralizou toda a sua emissão de carbono, quer operar de forma 100% limpa até 2030. 
  • Uber:  empresa quer ter frota de carros 100% elétricos em determinadas cidades até o ano de 2030. 

Infoeconomico

Fonte: Computer Word

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você pode gostar também...

Microsoft é a marca preferida dos criminosos para ataques de phishing

Leia mais →