Anuncie aqui!
Localizando...
Você está em:  Home  >  Home Financas  >  Artigo atual

Intermédica compra grupo Hospital do Coração de Londrina


Por   /  25 de novembro de 2020  /  Sem comentários

Jackyenjoyphotography/Getty Images

Jackyenjoyphotography/Getty Images

O grupo hospitalar adquirido tem dois hospitais gerais de alta complexidade, totalizando 248 leitos

A Notre Dame Intermédica anunciou ontem (24) a compra de 100% do grupo Hospital do Coração de Londrina por R$ 170 milhões, informou a companhia de planos de saúde em fato relevante ao mercado.

O valor da aquisição equivale a R$ 700 mil por leito, informou a companhia. O preço do negócio será pago em dinheiro à vista, descontado endividamento líquido não informado pela Intermédica.

LEIA MAIS: Notre Dame Intermédica tem lucro de R$ 197 mi no 3º tri

O grupo do hospital de Londrina teve faturamento de R$ 135,2 milhões no ano passado, afirmou a Intermédica. “O plano de integração prevê sinergias operacionais e administrativas com as operações da Clinipam no Paraná, além de garantir à companhia uma plataforma de expansão comercial para seus produtos”.

“A companhia reforça sua intenção em manter a estratégia de crescimento no sul do país”, afirmou a Intermédica.

O grupo hospitalar adquirido, cuja transação ainda depende de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), tem dois hospitais gerais de alta complexidade, totalizando 248 leitos, sendo 83 de UTI. A empresa ainda possui dois centros clínicos com 32 consultórios. Todas as operações estão em Londrina. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Intermédica compra grupo Hospital do Coração de Londrina apareceu primeiro em Forbes Brasil. Infoeconomico

Fonte: FORBES

Deixe uma resposta

você pode gostar também...

Covid paralyses Asia as western economies prepare for blast-off

Leia mais →