Anuncie aqui!
Localizando...
Você está em:  Home  >  Política  >  Artigo atual

CEO da Ericsson defende a inclusão da Huawei no 5G da Suécia e condena banimento da empresa chinesa no país


Por   /  20 de novembro de 2020  /  Sem comentários

Huawei

SÃO PAULO – Com os EUA pressionando todos as suas nações aliadas a banirem a tecnologia da Huawei de 5G, a Suécia acabou cedendo à pressão americana. Porém, após o país confirmar que deixará a fabricante chinesa de fora de sua nova infraestrutura de rede, o CEO da Ericsson saiu em defesa da rival.

Borje Ekholm, CEO da companhia de tecnologia sueca, disse que o banimento da Huawei na Suécia é prejudicial para o desenvolvimento do 5G no país e que a proibição de outros players no mercado restringe a competição.

No último dia 20 de outubro, a PTS, agência reguladora de comunicações na Suécia, anunciou a proibição dos grupos chineses Huawei e ZTE na implantação da rede 5G no país.

O governo da Suécia baniu a Huawei da competição pelo 5G citando preocupações com “roubo de tecnologia” e “coleta de inteligência”, motivos constantemente utilizados pelos Estados Unidos para restringir a atuação da empresa chinesa.

A participação da fabricante na implementação do novo padrão de rede ainda está sendo discutida no Brasil.

Em resposta, a Huawei se mostrou “surpreendida” com a decisão do órgão sueco e levou o caso aos tribunais, exigindo que a agência PTS apresentasse “argumentos sólidos” para a exclusão da empresa na competição pela tecnologia.

Melhores da Bolsa 2020
Cadastre-se gratuitamente para participar do encontro entre os CEOs das melhores empresas listadas na Bolsa e gestores de grandes fundos, entre os dias 24 e 26 de novembro:

Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

O imbróglio entre as empresas chinesas e o governo sueco levou à suspensão do leilão para o 5G na Suécia, inicialmente agendado para acontecer no dia 10 de novembro.

“Faço parte da categoria que acredita que a concorrência torna as empresas melhores a longo prazo”, explica o diretor-executivo da empresa sueca em entrevista ao jornal Financial Times.

“Pode ser doloroso a curto prazo, mas isso nos leva a ser inovadores e a criar produtos melhores para os clientes”, explicou Ekholm.

Banir a Huawei é prejudicial para toda Europa, acredita CEO

Além de ser prejudicial para o mercado interno sueco, o CEO da Ericsson acredita que a proibição da tecnologia da Huawei pode impactar negativamente a implementação do 5G no continente europeu como um todo.

De acordo com o CEO, os Estados Unidos e a China foram rápidos na implementação do 4G e, atualmente, o mercado de aplicativos é liderado por empresas vindas dos dois países.

“Com o 5G será similar”, explica. “Frear a chegada do 5G é um risco para a economia como um todo”, acredita Ekholm.

Segundo um relatório divulgado pela Ericsson recentemente, o mercado de 5G pode valer até US$ 31 trilhões em 2030, com uma fatia de US$ 131 bilhões provenientes de serviços digitais, incluindo jogos e aplicativos de realidade virtual.

“A Europa está arriscando ficar para trás novamente”, destacou Ekholm.

O lado desconhecido das opções: treinamento gratuito do InfoMoney ensina a transformar ativo em fonte recorrente de ganhos – assista!

The post CEO da Ericsson defende a inclusão da Huawei no 5G da Suécia e condena banimento da empresa chinesa no país appeared first on InfoMoney.

Infoeconomico

Fonte: Infomoney Blog Epolitica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você pode gostar também...

Centauro conclui compra da Nike no país e quer oferecer também serviços

Leia mais →