Anuncie aqui!
Localizando...
Você está em:  Home  >  Mercado Financeiro  >  Ações  >  Artigo atual

Bolsa e as redes Sociais


Por   /  3 de julho de 2019  /  Sem comentários

Notas da Bolsa em tempo real!

Após queda dos serviços o Facebook prevê notificar usuários, no último dia 3 de julho os aplicativos não conseguiram ler as imagens e vídeos arquivadas em seus servidores…

Indústria : Serviços de Informática
Setor : Tecnologia
Funcionários: 37773

Tipo de Título
DRC

A nova moda no mercado financeiro são as redes sociais para investidores. Nelas, usuários trocam informações, compartilham análises do mercado e oferecem noções de educação financeira.

bolsa de valores pode intimidar quem está ingressando no mundo dos investimentos. Essas redes sociais vieram para dar um suporte e ajudar a popularizar essas aplicações mais arriscadas.

Entre o público, os homens são maioria, com cerca de 90% de participação. A faixa etária com maior número de usuários vai de 25 a 35 anos, e o assunto de maior interesse é o mercado acionário. No entanto, muitas mulheres vêm se interessando pelas redes que começaram a diversificar o assunto e a falar sobre finanças pessoais e investimentos mais conservadores.

Embora as redes sociais para investidores sejam uma ferramenta interessante para popularizar o mercado de capitais, os especialistas alertam para a necessidade de tomar cuidado com as informações disponíveis nos portais.

Principais redes sociais para investidores:

Investmania

O portal traz diariamente análises de ações realizadas por profissionais do mercado certificados pela Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec). O Investmania também promove chats com diretores de relações com investidores de companhias abertas.

Guia Invest

Criado em 2008 como um site de informações sobre a Bolsa, o Guia Invest se destaca por compartilhar, entre outras coisas, diversos rankings envolvendo ações.

Investbook

Outro site popular entre os jovens investidores é o Investbook, lançado em dezembro de 2009 e que tem 2.100 usuários. Segundo Arthur Muller Fiedler, administrador de empresas e responsável pelo portal, os interesses dos integrantes abrangem desde mercado de ações e fundos de investimento até imóveis e obras de arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você pode gostar também...

Faturamento da indústria sobe 1,3% em outubro, diz CNI

Leia mais →