Localizando...
Você está em:  Home  >  Foco Setorial  >  Setor Terciário  >  Infra-Estrutura  >  Artigo atual

Nova Previdência deve atrair investimentos em infraestrutura

Por   /  8 de julho de 2019  /  Sem comentários

Com a Nova Previdência prestes a ser votada no plenário da Câmara dos Deputados, um dos setores que visualiza impactos positivos na economia brasileira é o de infraestrutura.

Na última quinta-feira (04), o texto foi aprovado na Comissão Especial por 39 votos favoráveis e 13 contrários.

Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, investidores estrangeiros estão atentos a tudo o que ocorre no Brasil. O ministro se reuniu com alguns deles nos Estados Unidos, no fim de junho, em uma rodada de apresentação de projetos nas mais diferentes áreas como ferrovias, portos, aeroportos, estradas e o setor de óleo e gás natural.

“A economia é humor, é expectativa. A gente percebia que eles estão acompanhando atentamente a questão da reforma da previdência, porque é uma virada de chave, é uma grande alavanca. Isso espanta o risco de insolvência. Ninguém quer tirar dinheiro de moeda estrangeira, lá da sua matriz, e comprar aqui um fluxo de caixa em real pra sofrer com os efeitos colaterais da insolvência, que é o processo inflacionário e a depreciação de câmbio”, disse o ministro.

Ele ainda afirmou que o comprometimento da sociedade, do Congresso Nacional e do Executivo com a Nova Previdência eleva a condição do Brasil. “A gente tem um cenário de juro caindo muito no mundo e nossas oportunidades, nossos ativos têm taxas de retorno que são extremamente interessantes. Então, com esta sinalização, com certeza o investidor virá e o Brasil vai crescer, isso é inescapável”, comentou o ministro.

No primeiro semestre 23 projetos foram concedidos à inciativa privada, o que inclui portos, aeroportos e ferrovias. Esses ativos vão ser explorados por grupos privados do Brasil e do exterior por um período que varia de 25 a 35 anos, com mais de 90% dos investimentos concentrados nos cinco primeiros anos de concessão.Ao todo são esperados, segundo o Ministério de Infraestrutura, R$ 7,7 bilhões em investimentos nos projetos já concedidos.

Ligado à Presidência da República, o Programa de Parcerias de Investimentos qualificou 105 ativos na última reunião realizada em maio. A previsão é de que os projetos sejam concedidos à iniciativa privada até 2022.

“Nós temos estes projetos distribuídos ao longo desses quatro anos. Então, a gente tem data para que eles aconteçam. E nós apresentamos aos investidores esse calendário. Isso foi extremamente bem recepcionado. Nós temos certeza. Esses investidores virão. Nós vamos contar com esse dinheiro que virá de fora também. Nós vamos ter o investidor nacional, nós vamos ter o investidor estrangeiro. Estamos fazendo esforço para trazer empresas do mundo inteiro para fazer seus investimentos no Brasil”, ressaltou o ministro Tarcísio Gomes de Freitas.

Fonte: http://www.brasil.gov.br/rss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você pode gostar também...

Governo aciona Belo Monte, a maior geradora de energia do Brasil

Leia mais →